Projetos de Pesquisa

PROJETOS EM ANDAMENTO

2015 – Atual
Comunicação popular e comunitária em organizações e movimentos sociais no Brasil: avanços e dilemas no desenvolvimento da participação, caráter comunitarista e conhecimento
Descrição: Resumo do projeto: Estudo sobre as dinâmicas de comunicação do movimento comunitário de Heliópolis (São Paulo, capital); da comunidade formada em torno da COPAVI, um assentamento ligado ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (Paranacity, Paraná), e do Polo Sindical de Borborema (semiárido da Paraíba). Parte do pressuposto de que pensar a comunicação implica não apenas identificar meios ou instrumentos eficazes enquanto canais difusores de mensagens, mas entendê-la como processo e imbricada em atividades com vistas à melhoria das condições e existência e de participação cívico política na sociedade. Seus objetivos são: analisar quais são os fatores externos e internos que interferem na constituição ou descaraterização do caráter do movimento e da comunicação; analisar como as estruturas a que se sujeitam as lideranças e ativistas interferem em suas atividades de modo a fortalecer ou enfraquecer as práticas coletivas do fazer comunicacional; compreender se as práticas participativas amplas dos movimentos e organizações comunitárias refletem nas práticas comunicativas; analisar como se desenvolve o conhecimento pessoal e coletivo em suas interfaces com a cultura da comunicação a partir das práticas das organizações comunitárias estudadas; identificar como a comunicação popular e comunitária se manifesta no contexto de cada uma das organizações e/ou comunidades estudadas, tanto do ponto de vista de meios, formas e formatos quanto dos seus princípios e práticas predominantes. A pesquisa tem como estratégia metodológica de abordagem o método materialismo histórico dialético. A investigação conjuga uma dimensão teórica, a partir de pesquisa bibliográfica, e outra empírica com base em pesquisa documental e participação observante.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (5) Doutorado: (3).
Integrantes: Cicilia Maria Krohling Peruzzo – Coordenadora.

2012 – Atual
Danish-Brazilian Research Collaboration: Media, Citizen and Governance Relations
Descrição: Projeto de cooperação entre a Roskilde University (Dinamarca) e as Universidade Metodista de São Paulo (São Bernardo do Campo-SP), na Universidade Federal do Piauí (Aracajú-Pi) e na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Porto Alegre-RS), com a finalidade de promover o intercâmbio da produção acadêmica na linha da comunicação para a transformação social e, a médio prazo, a realização de investigações conjuntas. Para tanto, foram realizadas reuniões e um workshop entre a representação brasileira e professores dinamarqueses para discutir propostas e tecer encaminhamentos sobre um possível projeto de pesquisa coletivo. Como parte do projeto de cooperação, já foram realizados intercâmbios em reuniões de trabalho e em eventos realizados na Dinamarca (na Roskilde University) e no Brasil Universidade Metodista de São Paulo (São Bernardo do Campo-SP), na Universidade Federal do Piauí (Aracajú-Pi) e na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Porto Alegre-RS).
Integrantes: Cicilia Maria Krohling Peruzzo; Thomas Tufte (Coordenador);  Nilda jacks; Norbert Wildermuth; Cesar Bolaño.
_______________________________________________________________________________________________________

PROJETOS CONCLUÍDOS

2010 – 2013
A Comunicação Comunitária e Alternativa no Brasil no Contexto da Cibercultur@
Descrição: Estudo sobre as alterações que a mediação dos sistemas digitais no universo do ciberespaço ocasionam nas práticas da comunicação popular comunitária e alternativa. Indagamos sobre as modificações inferidas e se a apropriação das tecnologias redunda em dinâmicas coletivas de elaboração e difusão de conteúdos comunicacionais de interesse público. Objetivamos averiguar quais são as mudanças que ocorrem na comunicação comunitária e alternativa no contexto da cibercultur@, como ela se desenvolve a partir de Pontos de Cultura, se há vínculos com as rádios comunitárias e telecentros da própria localidade e se a apropriação de tais espaços e suportes tecnológicos redunda em práticas comunicativas coletivas. A abordagem se fundamenta nos pressupostos teórico-metodológicos do materialismo histórico-dialético. Os procedimentos e técnicas de pesquisa são aplicados em três etapas e se constituem em pesquisa bibliográfica e documental, pesquisa participante e entrevistas semi-estruturadas. Projeto articulado ao Núcleo de Estudos de Comunicação Comunitária e Local (COMUNI).
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Televisão Comunitária no Brasil
Descrição: O projeto teve como objeto os canais comunitários na TV a cabo. Está dividido em três fases. A primeira consistiu em pesquisa bibliográfica visando a sistematização de conceitos teóricos e a investigação sobre a história da televisão comunitária no Brasil, desde suas primeiras manifestações até o período em que a legislação brasileira institui os canais comunitários no sistema cabo de televisão. Na segunda fase foi feito o levantamento dos principais aspectos dos canais comunitários em três estados brasileiros, pioneiros na implantação dos canais comunitários. Buscou-se compreender o processo de ocupação dos canais e o modo de utilização feito pelas comunidades. A terceira fase consistiu no estudo dos canais quanto aos aspectos de gestão e participação civil na programação.

Mídia Local, Rádio de Baixa Potência e Internet: Estratégias, Interconexões e Participação
Descrição: Pesquisa sobre emissoras de rádio comunitária on-line visando compreender suas configurações quanto às estratégias de programação, diferenças, interconexões, formas de acesso e potencial de contribuir para o desenvolvimento da cidadania. A investigação foi feita em três etapas (parte conceitual sobre mídia local no contexto da globalização; rádio local e comunitária; webrádio, participação e desenvolvimento da cidadania). Foi desenvolvida com base em estudo bibliográfico e análise de sites de rádios comunitárias na internet.